Município de Reguengos de Monsaraz vai investir 1,36 milhões de euros na vila medieval de Monsaraz

0

Candidatura aprovada pelos fundos comunitários para finalizar requalificação das muralhas de Monsaraz e reabilitação do Caminho da Barbacã.

A candidatura ao Alentejo 2020 para a requalificação de uma parte das muralhas de Monsaraz e para a reabilitação do Caminho da Barbacã foi aprovada e o procedimento para a empreitada de execução das obras será lançado até ao final de janeiro. Este projeto do Município de Reguengos de Monsaraz, no valor de 1,36 milhões de euros, vai ser comparticipado a 75 por cento pelo FEDER e permitirá finalizar a recuperação estrutural das muralhas da vila medieval e criar um percurso pedestre no interior e no exterior do castelo, junto à Barbacã, com ligação ao Centro Interativo da História Judaica em Monsaraz.

As intervenções têm como objetivo recuperar e preservar o património, mas também assegurar a sua promoção e dinamização, valorizando-o e reforçando a cultura como um fator de desenvolvimento. O projeto visa igualmente contribuir para aumentar a oferta turística e para a melhoria do bem-estar da população, sensibilizando-a para os valores em presença, na perspetiva de que foram e devem ser o garante da preservação ambiental e da manutenção da identidade cultural.
As obras integram a reabilitação do caminho da Barbacã exterior, o desenho de uma proteção ao longo da Rua da Guarda, a articulação entre a Porta de Évora e o Caminho da Barbacã, a reabertura da Porta Sul do Castelo e a sua ligação à Barbacã Sul e a recuperação do pátio da Casa da Inquisição e a sua união ao Castelo. Com a implementação deste projeto resolvem-se as necessidades prementes de consolidação dos paramentos do castelo, das muralhas e da antiga Barbacã de Monsaraz, articulando-se esta operação de conservação com a restituição à vila histórica de uma parte muito significativa do antigo caminho das fortificações exteriores, o perdido caminho da Barbacã, possibilitando a visita completa da sua primeira e exterior linha de defesa e o acesso aos baluartes e revelins a Sul.
As fortificações de Monsaraz estão classificadas como Monumento Nacional desde 1946, tendo sido aumentada a sua abrangência em 1971 a todo o conjunto medieval intramuros da vila.

Partilhe

Acerca do Autor

Deixe Resposta

*