Wamba, o lavrador que se tornou rei dos Visigodos inspira três dias de festa na Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha

0

Idanha-a-Velha é uma das estações arqueológicas mais notáveis de Portugal. Guarda, ainda, vestígios das diversas épocas e ocupações de que foi palco, por onde passaram povos romanos, suevos, visigodos, muçulmanos, e por fim, cristãos. É a história do rei de um destes povos que vai servir de mote para três dias de festa na Aldeia Histórica, de 2 a 4 de novembro.

“Nas terras do Rei Wamba… Há sementes” é o décimo evento do ciclo “12 em rede | Aldeias em Festa” que, durante todo o ano, leva animação e cultura às 12 Aldeias Históricas de Portugal. Desta vez, é a história de Wamba que vai inspirar três dias de festa em Idanha-a-Velha. Um humilde lavrador que um milagre tornou rei dos Visigodos.
É à volta dessa história, de estórias de sementes e das estórias que a terra tem para contar que, entre 2 e 4 de novembro, Idanha-a-Velha vai viver dias de grande animação. Concertos, gastronomia, espetáculos de rua, workshops no forno comunitário, conferências sobre sementes e alimentação saudável, mas também visitas guiadas temáticas são “só” algumas das atividades que vão ser desenvolvidas. No fundo, um extenso e diversificado programa para todas as idades, com entrada gratuita.
Mas para os visitantes será também uma excelente oportunidade para descobrir, em pleno, esta Aldeia Histórica e as suas origens, assim como as suas gentes, que também participarão nos vários momentos da festa.
Em resumo, três dias imperdíveis na Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha, para que todos regressem a casa de coração cheio de momentos inesquecíveis!
Todas as atividades e concertos são gratuitos, mas o workshop/showcooking “Cerca da Casa Marrocos”, com a presença do chef Hermann Spindler, é de inscrição obrigatória através do e-mail eventos@sementesvivas.bio e sujeito a disponibilidade. As visitas guiadas temáticas estão sujeitas ao limite de 25 participantes para cada uma e o ponto de encontro é o Ponto de Turismo da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha.
E para aproveitar ao máximo estes dias, a Associação de Desenvolvimento Turístico das Aldeias Históricas de Portugal propõe pacotes especiais de alojamento e refeições, com preços atrativos, em https://goo.gl/fs1Gw6.

A festa só acaba em dezembro!
O ciclo “12 em rede | Aldeias em Festa” só termina em dezembro! Depois das nove Aldeias Históricas de Portugal que já receberam eventos, as festas continuam nas restantes. A saber: Monsanto (9 a 11 de novembro) e Belmonte (7 a 9 de dezembro). São nove meses de grande animação e que levam milhares de visitantes às 12 Aldeias Históricas de Portugal.

Partilhe

Acerca do Autor

Deixe Resposta

*