Portugal quer ser referência mundial de Enoturismo

0

A qualificação da oferta, a capacitação dos agentes, a criação de uma plataforma digital, a promoção dos territórios vinhateiros e um calendário anual de eventos, são algumas das iniciativas previstas no Programa de Ação para o Enoturismo, hoje apresentado pelo Governo, que define metas até 2021 para posicionar Portugal como um dos destinos mais conhecidos neste segmento.

O Programa de Ação para o Enoturismo em Portugal assume este produto como uma prioridade para o desenvolvimento turístico nacional, potenciando um dos ativos presentes na Estratégia Turismo 2027: Gastronomia & Vinhos, valorizando-o estrategicamente e acrescentando-lhe valor numa lógica entre setores, contribuindo para a coesão da atividade turística por todo o país e ao longo de todo o ano.

Presente em todo o território nacional, o enoturismo é uma marca da identidade dos destinos que importa preservar, destacar e valorizar, verificando-se uma crescente oferta de produtos, equipamentos e serviços associados, com capacidade de atrair turistas para zonas de menor densidade turística e em épocas baixas, que importa apoiar, promover e replicar.

Com mais de 190 mil hectares de vinha por todo o território, 31 Denominações de Origem Protegida, 14 Denominações de Indicação Geográfica e mais de 500 players privados neste segmento, Portugal, o melhor destino turístico do mundo e produtor dos melhores vinhos do mundo, pretende assim posicionar-se como um destino de referência mundial no segmento enoturismo. Com um investimento previsto, a três anos, de 5 milhões de euros para ações de promoção e formação, este referencial estratégico visa potenciar o cross-selling entre ‘vinho’ e ‘turismo’, induzir boas práticas nos agentes do setor, contribuir para a estruturação e valorização de destinos e rotas de enoturismo e valorizar os territórios vinhateiros.

A capacitação dos agentes é concretizada com programas de formação específicos sobre este produto, visando-se ainda a criação de valor nas exportações de vinhos e a qualificação da oferta de produtos e serviços neste âmbito, nomeadamente, através da criação de uma plataforma digital que agrega toda a informação sobre enoturismo em Portugal: Portuguese Wine Tourism.

A Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, considera que “Portugal é um país com vinhos extraordinários e com este programa queremos que o nosso país seja cada vez mais um destino de referência mundial também de enoturismo. Este é um dos ativos que identificámos na Estratégia Turismo 2027 e em que podemos captar cada vez mais turistas que deixam valor nos territórios, que viajam mais tempo e ao longo de todo o ano”.

Partilhe

Acerca do Autor

Deixe Resposta

*