Torres Vedras: Câmara Municipal e Junta de Freguesia uniram esforços para recuperação de moinho

0

O emblemático Moinho da Freiria foi requalificado.

Tal aconteceu no âmbito de uma parceria da Junta da Freguesia da Freiria com a Câmara Municipal de Torres Vedras, tendo a respetiva inauguração acontecido ao início da tarde de sábado, dia 27 de julho.
Várias dezenas de pessoas deslocaram-se até à cumeada na qual se situa o referido moinho, onde, depois da bênção dada pelo pároco local, Nélson Pereira, o presidente da Junta da Freguesia da Freiria, Pedro Bernardes, agradeceu à Câmara Municipal a aquisição daquele elemento patrimonial, sendo que essa iniciativa contribuirá para “dar continuidade à tradição dos moinhos na freguesia”.
Já o presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, na sua intervenção, enquadrou a aquisição deste moinho, um “ativo diferenciador”, na política de preservação do património local, que deve ser legado às gerações vindouras. Carlos Bernardes revelou na ocasião o intuito de criar uma rede de moinhos e azenhas municipais visitável, sendo que neste momento está a ser analisada pelo Turismo de Portugal uma candidatura para transformação do Moinho dos Caixeiros num centro interpretativo do pão, estando ainda previsto num futuro próximo o início da requalificação da Azenha do Ameal. Recorde-se, a este propósito, que a Azenha de Santa Cruz já proporciona, desde 2009, um centro interpretativo ligado à temática do pão.
Posteriormente, Jorge Martins, um dos maiores especialistas em Portugal na área da molinologia, que é residente na Freiria, efetuou uma breve explicação de enquadramento relativa ao elemento patrimonial que tinha sido requalificado, tendo enaltecido a perfeição de funcionamento do respetivo engenho, cuja tecnologia, referiu, remonta à Idade Média.
Este ato inaugural terminou com uma atuação do grupo de cavaquinhos da Freiria.

Partilhe

Acerca do Autor

Deixe Resposta

*