Tagus Marina: Conhecer o Tejo de uma forma diferente

0

A Lisboa moderna

A Tagus Marina está a lançar o novo conceito de passeio marítimo-turístico em Lisboa em plena Marina do Parque das Nações. Os viajantes são convidados a desligar do stress caótico de uma grande capital europeia para embarcar num passeio calmo e relaxado onde nem ruído do motor da embarcação se faz sentir.

O Volt 18

A frota de barcos para os passeios são do construtor Canadian Electric Boat Company e a propulsão 100% elétrica. Os motores são da Torqeedo, parceira da BMW no desenvolvimento de baterias de última geração, e não emitem gases com efeito de estufa.

Os mouchões atraem diversas espécies de aves.

Programas
O passeio mais curto dura apenas uma hora, tem várias saídas diárias e levará os passageiros desde a Marina do Parque das Nações até à Ponte Vasco da Gama, mostrando uma nova perspetiva de toda a arquitetura deste nobre bairro construído para receber a EXPO 98. Os mais aventureiros têm ao seu dispor opções de passeios de natureza mais longos. As visitas aos mouchões (ilhas de agricultura do Estuário do Rio Tejo) ou o desembarque em plena Reserva Natural do Estuário do Tejo em parceria com o Espaço de Visitação e Observação de Aves (EVOA) são outras das possibilidades.
A Reserva Natural do Estuário do Tejo é uma das dez zonas húmidas mais importantes da Europa, em especial para a sua avifauna, que procura as águas salobras da região. O objetivo é providenciar aos passageiros uma experiência memorável num ambiente natural e confortável, respeitando inteiramente o ecossistema salinizado de mais de uma centena de espécies de aves aquáticas e migratórias.

Chegada ao Evoa.

A nossa experiência
Escolhemos o programa mais completo para conhecer as propostas da Tagus Marina, navegação no rio Tejo com visita ao Evoa. É um programa com duração estimada de 5h 30m e sujeito às marés.
O barco, modelo Volt 180, é construido pelo estaleiro canadiano Electric Boat Company especializado na construção de barcos com motores elétricos. O Volt 180 tem 5,40 m de comprimento, uma boca de 2,13 m, cala 0,30 m e tem a capacidade para receber 11 pessoas a bordo. Possui diferentes configurações de layout adaptando-se, desta forma, às necessidades do cliente. O Volt 180, com 8 adultos a bordo, estava equipado com um motor Torqeedo Cruiser 10.0 com uma potência de 12kW (equivalente a 20 Cv nos motores de combustão) e teve um bom comportamento de navegação, é estável e tem um baixo consumo de energia mesmo, quando navegámos com algum vento.
O rio Tejo, nas zonas dos mouchões, possui um grande potencial para a observação de aves. Ao longo do primeiro trajeto conseguimos observar inúmeros espécies nomeadamente, flamingos, colhereiros, ibis negras e pernilongos. Chegados ao Evoa, no cais, tínhamos um carro elétrico que nos levou a visitar o Centro de Interpretação e os diversos postos de observação. A variedade e quantidade de espécies que observámos é indescritível!
O regresso à marina foi já ao fim da tarde e já com algum vento. O comportamento do conjunto é irrepreensível face às condições do rio (alguma mareta) e, ao longo do nosso trajeto e entre alguns salpicos, observamos centenas de flamingos e grandes bandos de aves (não consegui identificar) em voo.
Chegados à Marina Parque das Nações, a manobra de atracagem fez-se com grande facilidade.

O projeto
A Tagus Marina, com base no Edifício Nau da Marina do Parque das Nações, pretende ser uma referência de turismo de natureza embarcado no Estuário do Tejo, através da oferta de um serviço inovador e de qualidade. Em breve irá lançar um novo produto na área do alojamento embarcado!

O alojamento embarcado encontra-se em fase de preparação.

As reservas online podem ser feitas em www.tagusmarina.com

Partilhe

Acerca do Autor

Deixe Resposta

*